Literatura Estrangeira · Romance

O Ar que Ele Respira

71dz3hdqgtl

Solitário, Tristan Cole apenas sobrevive, fazendo da dor seu lar e de Zeus, seu cão, sua família.

Após um ano se refugiando na casa de sua mãe, Elizabeth Bailey decide enfrentar as tristezas do passado para recomeçar. Para isso, ela retorna à Meadows Creek com Emma, sua filha de 5 anos. Mas as coisas parecem não estar em seu controle, principalmente, quando percebe que seu novo vizinho é um homem ríspido e sombrio.

Apesar dos aparentes e grosseiros esforços de Tristan, os seus caminhos parecem estar sempre cruzando com os de Elizabeth, que, por sua vez,  não consegue aceitar essa imagem terrível e sombria. Ambos, agarrados ao passado e incapazes de abrir mão das memórias que os trouxeram até onde estão e que os impedem de ir mais além, se aproximam pelo motivo que os distancia da vida.

“Nós dois juntos era uma ideia terrível. Éramos instáveis, estávamos destruídos, não havia como negar. Ele era o trovão, e eu, a nuvem escura.
Estávamos a segundos de criar a tempestade perfeita” 
Elizabeth Bailey.

Tris não supera a perda de sua família e apesar de estar devastado, há muito nele que continua intacto, como sua personalidade amorosa e gentil. Do mesmo modo Liz, que mesmo perdida e desolada continua a ter esperança e a lutar por Emma, uma criança excepcional que em muitos momentos me tirou um sorriso dos lábios, por suas atitudes que pegavam Tris de surpresa e conquistavam o seu melhor.

Presente e passado, de modo fluído e intenso, Elizabeth e Tristan narram momentos que transformaram suas vidas para sempre.

Apesar de não gostar exatamente do modo como algumas coisas foram encaixadas, por acreditar que não é preciso achar algum culpado para os acontecimentos, visto que as coisas são como são, acredito que essa é uma história que não perde o mérito de ser lida.
A forma harmoniosa como a dor, a escuridão, a luz e a alegria são discorridas nas páginas deste livro, transformou a minha alma simultaneamente com a de Tris e a de Liz.
Eles precisam se render à dor para receberem o bálsamo da felicidade, mas também precisam aceitar este bálsamo e se perdoarem por isso. E é essa fantástica trajetória, cheia de percalços, lutas, que nos faz chegar leves às últimas páginas. Sabemos que, mesmo em meio à desordem, é possível sorrir um pouco aqui e ali. Essa leitura se torna profundamente aprazível por termos a companhia de um divertido Tris, que adora provocar uma doce e esperta Emma e uma espirituosa Liz, que sabe como conquistar e seduzir um coração

“Os pequenos momentos de felicidade compensam a dor, e os cacos do coração podem ser colados novamente. Quer dizer, sempre fica uma cicatriz ou outra, e , às vezes, as memórias do passado te queimam por dentro, mas são uma lembrança de que você sobreviveu. É esse fogo que nos faz renascer Tristan Cole.

Título original: The air he breathes
Autor: Brittainy C. Cherry
Páginas: 308
Editora: Record
Edição: 1ª, 2016

PDF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s