Literatura Estrangeira · Romance de Época

Uma Duquesa Qualquer

download1863541106.jpg

Apesar de sua determinação em manter-se longe do altar, Griffin, o Duque de Halford, se vê em apuros quando sua mãe, a Duquesa de Halford, o leva, contra sua vontade, para Spindle Cove, o abrigo de jovens solteiras, no litoral da Inglaterra.
Um duelo silencioso entre mãe e filho se inicia quando Halford é impelido a escolher uma dama para que sua mãe a transforme em uma perfeita duquesa, a queridinha de Londres, no prazo de uma semana. O que se torna desafiador quando, deliberadamente, a escolhida é ninguém menos do que Pauline Simms, a atendente da taverna Touro & Flor, uma mulher destemida, que luta por aquilo que ama e acredita, e que não vai deixar nenhum aristocrata arrogante subestimar seu potencial em vencer um desafio.

Basta descobrir qual lado a desbocada srta. Simms ficará, já que ela terá que lidar com uma duquesa desesperada em casar seu filho, e um irresistível, sedutor e atraente duque, que lhe propõe um acordo que pode, enfim, realizar seus sonhos.

“– Minha impertinência é o motivo de eu estar aqui, lembra? Foi por causa dela que
você me escolheu em um salão repleto de mulheres bem-nascidas. Porque eu sou
perfeitamente errada. Tudo o que você nunca iria querer em uma mulher.
Ele deslizou o olhar pelo corpo dela.
– Eu não diria isso.”

Cansado da intromissão da mãe, Halford escolhe a srta. Simms exatamente por ela lhe parecer a forma perfeita de dar uma lição na duquesa. Para isso, eles acordam de ela ser um desastre nos sete dias que estiver em Londres, e em troca, ela receberá mil libras. Ansiosa para sair de casa e encontrar um lugar verdadeiramente seu e de sua irmã, Pauline aceita a proposta do duque. Mas, apesar dos termos bem acertados, nem toda lógica pode ser capaz de resistir à atração entre dois corpos apaixonados e duas almas sedentas.

“Mas às vezes você encontra alguém com quem a discussão flui. Suas ideias nunca acabam. A sinceridade não provoca constrangimento. Vocês surpreendem um ao outro e a si mesmos” Griffin Eliot York.

Eu fiquei muito intrigada com Griff, pois, já no primeiro momento, os traços dele são bem delineados, evidenciando uma personalidade forte e mostrando seu modo insolente, perspicaz, e um tanto sarcástico, de ver a vida. Ele é uma daquelas pessoas que você rapidamente passa a torcer pela felicidade, simplesmente pelo tamanho de sua honestidade. Ele não se envergonha em ser, descaradamente, ele mesmo.
Enquanto Pauline, bem, ela me conquistou. A cada página, seu caráter e personalidade se tornam nítidos, algo tão puro e intenso que ultrapassa os parâmetros sociais. Ela não precisa de uma transformação para se encaixar em algum lugar, ela, assim como Griff, precisa de um lugar feito para si.

Achei importante a presença de personagens sensíveis e problemáticos, acredito que tornou a história mais crível. Há a mãe de Griffin que, apesar de estar desesperada, tem escrúpulos. Na verdade, ela é uma duquesa cheia das boas intenções. Há o pai grosseiro de Pauline, que demarca bem alguns aspectos da sociedade do século XIX, e nos faz compreender melhor os valores dela. Na verdade, a presença dele me fez a amar ainda mais, porque eu percebi que ela é diferente, especial. Ela é toda cheia de valentia e sensibilidade. E é tão difícil conseguir manter essas características ao mesmo tempo! Mas Pauline consegue. E, para mim, isso a torna uma espécie de heroína.

“– Radiante. Do mesmo modo que estava naquele primeiro dia.
Ela riu.
– Tenho certeza de que não estou nada parecida com aquele primeiro.
– Está sim. Você brilhava.
– Era o açúcar.
– Não me convenceu. Acho que era você mesma. – A voz dele ficou suave, uma
carícia. – Sempre foi você.”

 Desbravar as páginas de Uma Duquesa Qualquer é como cuidar de um belo jardim. A gente passa a apreciar mais quando conhece seu crescimento, suas fases, sua prosperidade e suas dificuldades. E, no final do desbravamento, é inevitável não querer ficar ali para sempre. 

Coragem, paixão e humor. Praticidade, simplicidade e transparência. Certamente são esses os ingredientes desse delicioso romance, que indico para o cardápio do fim de semana.

Título original: Any Duchess Will Do
Série: Série Spindle Cove, 4
Autor: Tessa Dare
Páginas: 272

Editora: Gutenberg
Edição: 1ª, 2017

Anúncios

4 comentários em “Uma Duquesa Qualquer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s